Sobre Nós

Histórico

Em 1967, um casal sonhou e decidiu trazer à realidade a instituição que hoje conhecemos como o Colégio Visão. Com o objetivo de compartilhar com a comunidade escolar seus princípios éticos, Dona Maria Heloísa Santos, professora formada, e seu marido, o Sr. Mamede Santos, iniciaram a construção de uma casa de educação pautada na seriedade, na responsabilidade, na solidariedade e no respeito ao próximo. Deram à escola o nome de Educandário Novo do Recife e, para ajudar no trabalho, reuniram pessoas (profissionais e familiares) que acreditaram no projeto. As primeiras matrículas foram realizadas no mês de outubro daquele mesmo ano, e no início do ano seguinte, começaram as atividades com alunos em sala de aula.

Há 51 anos, quando eles tiveram a ideia de criar essa pequena escola primária (na época com apenas 60 alunos), não imaginavam que davam o primeiro passo para a construção de uma instituição conceituada que, atualmente, atende cerca de 2 mil estudantes de todas as séries do Ensino Básico.

Os primeiros desafios foram enormes, desde a organização do espaço às dificuldades do processo burocrático e o recrutamento da equipe pedagógica. Para o casal fundador, foi fundamental o apoio do genro, Gilberto Pompílio, e da prima de Dona Heloísa, Maria do Carmo (tia Carminha). Ambos, enquanto professores, já com larga experiência de sala de aula e detentores de vasto conhecimento do processo educacional, se juntaram para concretizar o sonho.

Naquela época era comum que as famílias encaminhassem as filhas adolescentes para serem professoras. Assim, quatro das cinco filhas de Dona Heloísa se prepararam para exercer esse papel tão importante. Duas delas, após um curto período exercendo a profissão em outras escolas, aceitaram o desafio de, junto aos pais, estarem à frente do desenvolvimento estrutural e pedagógico do colégio. Cada uma assumiu uma sala de aula e, em paralelo, desempenhavam outros papéis na instituição: Lúcia Maria tornou-se responsável pela organização do fardamento escolar, da cantina e da tesouraria. Ana Maria, além da sala de aula, assumiu a função de coordenadora pedagógica. Responsável pela proposta pedagógica da escola, foi nela que Ana Maria se definiu como pessoa e como cidadã. A vivência na área da educação influenciou a formação de sua consciência política, o que a fez ver a importância da Educação para a formação sociopolítica do aluno enquanto elemento fundamental na construção de uma cidadania comprometida com o bem-comum. Coerentemente, acredita numa “educação que liberta e não que escraviza”, ideia que se coaduna com as do grande educador Paulo Freire.

Hoje diretora pedagógica do Colégio Visão, tendo trabalhado na instituição desde os 19 anos, Ana Maria formou-se no curso de Magistério, fez graduação em Comunicação Social e especializou-se em Alfabetização e Psicopedagogia.

Além das filhas, o quinto dos nove filhos do casal, Mamede Jr., com 17 anos na época da fundação do colégio, também viu grande potencial no projeto. Administrador nato, com feeling empresarial, também sempre teve um olhar pedagógico para o projeto. Muito novo, começou a colaborar como condutor do transporte da escola, enquanto, em paralelo, se preparava profissionalmente, tendo alcançado o 1º lugar no vestibular de Matemática. Aos poucos, dando apoio à mãe, assumiu a Direção Administrativa e Financeira da Instituição, já se revelando um grande empreendedor.

Nesse processo de luta e crescimento, a segunda geração da família fundadora se integrou ao grupo, procurando aprender e trazer novos conhecimentos e possibilidades, unindo à experiência o entusiasmo com o novo. Assim, os netos dos fundadores se juntaram à equipe, cada um buscando aprimorar seus conhecimentos em setores diferentes do segmento da educação para ampliar ainda mais as potencialidades da escola. Junto a todos os profissionais que vestem a camisa do Visão, Thiago Vieira e Bruno Vieira (Administrativo), Patrícia Pompílio (Direção Pedagógica), Cristiana Vieira (Financeiro) e Luciana Aguiar (Cantina e Fardamento), se uniram para fortalecer essa grande família.



Tendo atravessado cinco décadas de história, o Colégio Visão sempre soube se adaptar às mudanças impostas pelo tempo. A proposta pedagógica vivenciada hoje objetiva atender às demandas sociais deste momento de grandes inovações e rearranjos na forma de aprender e ensinar. Tudo isso sem esquecer o que já foi vivido, sem perder os princípios éticos que estão na base familiar de sua criação.

O Visão segue acreditando e investindo também no seu corpo docente. As equipes de coordenação pedagógica, de educadores e de psicólogos, encaminham um trabalho sério e sistemático de ensino aos estudantes, incutindo neles motivação e senso de comprometimento.

Esses esforços não têm sido em vão. O Colégio Visão conta, atualmente, com um grande número de professores mestres em sua área de formação. Outro diferencial, é o fato de o colégio contar com coordenadores de disciplina. Esse professor-coordenador atua como mediador do grupo, dando o suporte necessário para que as atividades pedagógicas aconteçam efetivamente e correspondam ao projeto pedagógico.

Considerando a necessidade de melhor assistir o aluno na sua individualidade e de valorizar os diferentes suportes de estudo e aprendizagem, estamos voltados à aplicação das metodologias ativas com ênfase no Ensino Híbrido. O Integral Bilíngue, a Robótica e as atividades artísticas e esportivas – que contam com estrutura completa para sua realização – vêm também colocando o colégio em destaque.

A Direção dá muito valor à família. Faz questão de preservar os valores éticos construídos na convivência com os pais, alunos e comunidade. O VISÃO NUNCA PARA… porque compreende que há sempre mais a fazer para ampliar os horizontes do ensino e da aprendizagem.

MISSÃO

Promover a formação integral do (a) aluno (a), assegurando-lhe aprendizagens que se traduzam no desenvolvimento de sua autonomia moral, cognitiva e afetiva e de competências e habilidades para atuar numa sociedade complexa como cidadão (ã) com a ética da solidariedade e do bem comum.

VISÃO

Ser reconhecido pelo envolvimento responsável do (a) aluno (a) com o conhecimento científico e as questões sociais da comunidade numa perspectiva crítica, criativa, transformadora, e de forma sustentável.

DESEJO

Ser “uma escola para o aluno, dirigida para o seu desenvolvimento, tendo como alvo a vida, em todas as suas dimensões. Uma escola onde a arte, a filosofia, a ética estejam tão presentes que não precisem de 50 minutos na grade curricular; ou melhor, que não tenha grade curricular, mas temas, assuntos, questões. Uma escola que não se acovarde diante das perguntas mais difíceis, como a morte, o tempo, a dor, a violência, a discriminação social, racial, religiosa, mas que construa espaços onde estas questões sejam discutidas, pensadas. Enfim, uma escola viva, alegre, corajosa, sempre aberta a novas questões”. Viviane Mosé.

VALORES

Respeito; Solidariedade; Liderança; Humildade; Companheirismo; Transparência; Reconhecimento; Justiça; Generosidade; Honestidade; Disciplina; Coragem; Gratidão; Tolerância; Afetividade; Empatia; Perseverança; Coerência; Sustentabilidade; Inovação e Trabalho em Equipe.
Fechar Menu