7º ano do Fundamental 2 participa de excursão pedagógica a Maceió e Penedo (AL)

Entre os dias 22 e 24 de setembro, os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental 2 participaram de excursão pedagógica às cidades de Maceió e Penedo (AL). Nossos aventureiros vivenciaram experiências enriquecedoras, conhecendo as expressões artísticas da capital alagoana, desbravando a história do município de Penedo e navegando pelo Rio São Francisco. Ao final da programação, todos os conhecimentos reunidos foram socializados sob a orientação da equipe de professores e coordenadores que acompanharam os alunos durante o fim de semana.

Na manhã da sexta-feira (22), após se instalarem na capital alagoana, nossos aventureiros visitaram o Mercado do Artesanato, conhecendo as expressões da arte local em trabalhos de bordado, cerâmica, madeira, palha, entre outros materiais.

O sábado (23) foi o dia de desbravar o centro histórico de Penedo e explorar o Rio São Francisco, que margeia a cidade. Na tour pelo município, os alunos visitaram a Catedral Nossa Senhora do Rosário – padroeira da cidade – e a Igreja Nossa Senhora das Correntes. Também conheceram o Forte da Rocheira e o Museu do Paço Imperial, entre outros pontos. Neste último, eles puderam conferir um acervo de objetos que pertenciam à família de D. Pedro II.

O passeio no Rio São Francisco deu continuidade à programação do sábado. À bordo da embarcação “Maravilhosa”, os alunos percorreram o trajeto até a foz do rio, contemplando as belezas naturais de suas margens ao som de canções sobre o “Velho Chico”. A questão do desmatamento da mata ciliar, o assoreamento do rio e as mudanças no ecossistema na bacia foram alguns do assuntos abordados durante o passeio. Chegando à região do encontro do rio com o Oceano Atlântico, nossos aventureiros aproveitaram para se refrescar e caminhar pelas dunas.

Na manhã do domingo (24), último dia da excursão, os alunos realizaram a socialização dos conhecimentos adquiridos na viagem. Eles discutiram questões relacionadas ao Rio São Francisco a partir das informações sobre sua geomorfologia, economia, ecossistema, aspectos da transposição, geração de energia, benefícios e impactos sócio-ambientais. Os estudantes também fizeram uma análise sobre a importância no processo de interiorização à época do Brasil Colônia.

Deixe uma resposta