Visão Elétronsbot fica em 13º entre 83 equipes e pode se classificar para fase internacional da FLL

O Visão Elétronsbot (VE) trouxe um grande resultado da etapa nacional do Torneio de Robótica First Lego League realizado em Curitiba (PR). Entre os 83 grupos participantes, a nossa equipe alcançou o 13º lugar no ranking geral, sendo a única de Pernambuco a ficar na suplência direta do campeonato.

Isso significa que há boa chance de ingresso nos “torneios abertos” internacionais, já que o VE está a apenas três posições da zona de classificação (10 primeiros colocados). Além disso, é comum que o torneio abra mais vagas até o fechamento da janela. O professor Carlos Paiva, um dos técnicos do VE estima que eventuais aberturas de vaga ocorram até o final de abril.

Desde 2013, já são cinco classificações consecutivas para etapas nacionais, sendo a deste ano a de melhor resultado. A equipe está cada vez mais equilibrada no desempenho das categorias “Desafio do Robô”, “Projeto de Pesquisa” e nos “core values” – princípios avaliados pelos juízes referentes ao trabalho em grupo.

O clima entre os membros da equipe é de positividade, expectativa e, sobretudo, atenção. Durante a nacional, eles perceberam o quanto o nível técnico de outras equipes vêm aumentando. ” O nível está alto mesmo e isso faz com que a gente tenha que trabalhar e evoluir mais até chegar a um nível que nos permita chegar a um Champion Awards [as quatro melhores posições na etapa nacional]”, reflete o técnico do VE, o professor Carlos Paiva.

Projeto de Pesquisa da temporada

No evento, o VE apresentou o projeto “TPAME – tanques de purificação através das sementes da moringa e da evapotranspiração pela energia solar”. O projeto consiste num sistema alternativo e de fácil acesso à população que purifica a água barrenta e salobra dos barreiros e açudes do semiárido. Tornando-a potável para o consumo humano. Nesta temporada, o tema da FLL é “Hydro Dynamics” (“Hidro Dinâmicas”, em tradução livre para o inglês) reunindo trabalhos de pesquisa que abordam o ciclo humano da água.

Equipe

O Visão Elétronsbot é formado pelos alunos Arthur Xavier, Desirée Mesquita, José Vicente Tavares, Lucas Guimarães, Mateus Albuquerque, Sergio Leal e José Emanoel Lucas, sob supervisão dos técnicos Carlos Paiva e André Simei e da coordenadora Taciana Guimarães. O grupo conta com o apoio técnico da ex-integrante Sofia Alencar.

Deixe uma resposta