7º ano descobre história e belezas naturais de Maceió e Penedo (AL)

7º ano descobre história e belezas naturais de Maceió e Penedo (AL)

Ambientes costeiros, monumentos históricos, Rio São Francisco… apenas um resumo de tudo que foi explorado pelas turmas do 7º ano na excursão pedagógica com destino às cidades de Maceió e Penedo (AL), realizada entre a última sexta-feira (21) e o domingo (23). Os alunos mergulharam na história das duas cidades, conhecendo seu papel no processo de colonização do Brasil e as reverberações desse período no contexto atual.

Na saída para Maceió, no primeiro dia, os alunos aprenderam sobre as características da vegetação, do clima e do relevo nos ambientes que margeavam a estrada. O primeiro ponto visitado após a chegada na capital alagoana foi o Pavilhão do Artesanato, onde puderam conhecer e comprar lembrancinhas. Para comemorar o início da excursão, todos se divertiram a valer no parque aquático do Hotel Matsubara, onde se hospedaram.

A cidade histórica de Penedo e o Rio São Francisco aguardavam o estudantes no segundo dia. A chegada a Penedo foi marcada pelas visitas ao Convento Franciscano Santa Maria dos Anjos e a Igreja Nossa Senhora da Corrente, onde puderam contemplar a arte barroca do interior dos templos. Logo após, conheceram o sobrado onde estão instalados o Museu do Paço Imperial e o Memorial Raimundo Marinho. A poucos metros de todas essas construções, estava o Rio São Francisco; a próxima parada do dia.

Embarque no “Maravilhosa”

Subindo o “Velho Chico” ainda por terra, no ônibus da excursão, os estudantes foram encontrar a embarcação “Maravilhosa” para um passeio até a foz do Rio São Francisco, no município de Piaçabuçu. Lá, todos brincaram nas dunas douradas enfeitadas por coqueiros e lagoas, no encontro do rio com o Oceano Atlântico.

Foi um momento de aprendizado riquíssimo, em que o 7º ano pode aprender mais sobre o São Francisco em seus aspectos hidrográficos, fauna, flora, atividades econômicas e impactos ambientais causados pela transposição de suas águas. Além disso, os professores e guias abordaram o papel do rio no processo de colonização e ocupação do território brasileiro e sua importância na construção da identidade do homem nordestino.

Paripueira e retorno ao Recife

No último dia de excursão, antes de rumar definitivamente para o Recife, os estudantes conheceram a praia de Costa Brava, no município alagoano de Paripueira. Lá, eles fizeram um passeio de catamarã até a Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais onde tiveram uma aula sobre as espécie marinhas da região.

De volta à areia, todos fizeram uma caminhada ao manguezal de Sauaçui onde coletaram informações sobre a importância desse bioma para o desenvolvimento e reproduções das espécies marinhas.
Para fechar a viagem, os professores Paulo e Carla e a guia Daisy promoveram uma animado ‘quiz’ no ônibus, com perguntas sobre os assuntos abordados na viagem.

Deixe uma resposta